18 de out de 2011

Linha do tempo da Apple





Erra quem pensa que a Apple seguiu uma espiral de prosperidade infinita. Como toda empresa passou por maus bocados e, coincidência ou não, eles ocorreram justamente quando seu co-criador não estava presente. Acompanhe ano a ano da escalada da Apple rumo ao Olimpo das empresas mais valiosas do mundo.

1976 

Desenhado e construído por Steve Wozniak, um dos criadores da então Apple Computer Company, o Apple I foi o primeiro computador criado pela empresa, que ainda tinha como sócios Steve Jobs e Ronald Wayne. Já com a ideia de vender o computador, Steve Jobs teve que se desfazer de seu carro para financiar a criação. 

1977 

Logo da Apple, que por si só já é um produto, é desenhado por Rob Janoff. No mesmo ano, o Apple II é lançado. Trata-se de um dos primeiros microcomputadores de sucesso e fabricados em larga escala e é o primeiro computador da chamada família "II", que, posteriormente, gerou, um a série de novos modelos, que duraram até o ano de 1993. 

1978 

Jeff Raskin, responsável pela criação dos Macintosh, se junta à Apple. É lançado também o Disk II, o drive de leitura de disquetes de 5"1/4, desenvolvido especificamente para uso junto do Apple II, para substituir o então lento leitor de fitas cassetes. 

1979 

Apple lança sua primeira impressora, a Silentype, juntamente com o Apple II+, o segundo modelo da série Apple II. 

 

1980 

Lançamento do Apple III, ou Apple ///. Foi produziso de forma a atender uma demanda mais corporativa que pessoal e veio para ser o sucessor da série Apple II, mas foi considerado um grande fracasso. 

1983 

Apple Lisa é lançado, como o primeiro computador da Apple com uma interface gráfica, que permitia que os usuários interagissem com a máquina por meio de imagens, em vez de comandos de textos. Pode-se dizer que foi um pouco o precursor do Macintosh, que, apesar de não ser um descendente direto do Lisa, tem algumas similaridades. Sem contar que, um ano antes do lançamento do Lisa, Steve Jobs foi retirado do projeto e realocado para o projeto Macintosh. 

1984 

É lançado, em janeiro daquele ano, o primeiro Macintosh, equipado com incríveis 128 KB de memória, com um preço salgado de US$2.495. Alguns meses depois, em setembro, sua atualização com quatro vezes mais de memória, ou seja, 512 Kb, chega ao mercado.

1985 


A Apple LaserWriter chega ao mercado como uma das primeiras impressoras a laser disponíveis para o grande público e, combinada com programas como o Aldus PageMaker, deram início a uma verdadeira revolução: a editoração eletrônica, que tomou especialmente dos mercados de produção gráfica, da publicidade e do jornalismo; 

O ano ficou marcado, também, pelo pedido de demissão de Steve Jobs da Apple, para onde voltaria apenas em 1996. 

1986

É lançado o Mac Plus, uma versão ainda mais potente dos dois primeiros Macintosh, com 1 MB de memória, que podiam ser expandidos para 4 MB. 

1987

Chega ao mercado, por módicos US$ 5.500, o Macintosh II, primeiro computador da série de mesmo nome e que, pela primeira vez, tinha suporte para monitor colorido. 

1989

Lançamento do Mac Portable, que foi a primeira tentativa da Apple em fazer um computador pessoal que funcionasse à base de bateria e que tivesse a mesma potência de um Macintosh. 

 

1990

Macintosh Classic é lançado e, pela primeira vez entre os produtos da linha, é vendido por menos de US$ 1.000. 

1991

São lançados os primeiros notebooks da linha Powerbook: 100, 140 e 170; assim como os primeiros computadores da série Macintosh Quadra: 700 e 900. 

1993

Lançados os computadores da série Macintosh Centris. Chega ao mercado o Newton Message Pad, uma espécie de tablet primitivo, lançado como um "assistente pessoal digital". 

1994


Começo da linha Power Macintosh, que teve início naquele ano, com os modelos 6100, 7100 e 8100 e foi desenvolvido até o ano de 2006, quando a Apple anunciou sua "aposentadoria". 

1995



São lançados os Macintosh Performa, uma série de computadores da Apple que, na verdade, não significavam uma nova linha, mas uma nova roupagem, com novo nome, para modelos de computadores pessoais como os Quadra e Centris. 

1997


Lançamento do PowerBook G3, o primeiro notebook da Apple com o processador PowerPC G3, que foi produzido pela empresa até o ano de 2000. 

1998


Um ano anos após o retorno de Steve Jobs, e após passar por sérias dificuldades financeiras e ficar a ponto de fechar, a Apple lança o primeiro iMac, um computador que unia monitor e torre num só objeto, com design inovador, cores vivas e atrativos suficientes para atrair um público mais jovem. Uma grande cartada para popularizar ainda mais a marca. 

1999

Seguindo a mesma linha do iMac, a Apple lança o iBook, um notebook que acompanha as características do irmão não-portátil, de design inovador e cores fortes, mas com especificações técnicas e preços um pouco menores que os portáteis PowerBooks. 

 

2001 

Em substituição ao PowerBook G3, a empresa lança o PowerBook G4 Titanium, com processador Power G4 e produzido entre 2001 e 2006. Chega ao mercado o Mac OS X. Trata-se de um sistema operacional desenvolvido, fabricado e vendido pela Apple para os computadores Macintosh. 

O ano não termina sem o lançamento daquele que, para muitos, é o produto mais revolucionário da empresa: o iPod. Um player de audio, fotos e videos, equipado com o também recente reprodutor de música iTunes e com capacidades diferentes de armazenamento, que mudou a forma do mundo de consumir os diferentes tipos de mídias.

2002 


O eMac é lançado como um conceito parecido com o do iMac, de carregar monitor e torre num mesmo periférico, porém acaba servindo como uma opção mais barata em relação a seu irmão mais sofisticado, que, àquela altura, já chegava às lojas em sua versão G4, em telas de 15 e 17 polegadas. 

2003

É lançada a iTunes Music Store, um serviço de música e vídeos online da Apple, no qual, pelo iTunes, os usuários podem comprar seu conteúdo. No mesmo ano de lançamento, foram vendidas nada menos que 25 milhões de músicas. 

2004
Lançamento do iMac G5, com monitores de 17 e 20 polegadas, que foram os últimos da linha iMac a usarem os chips PowerPC, no caso deste, em específico, o PowerPC G5. 

2006

Chega ao mercado o MacBook Pro, que chegou para substituir, de uma vez, os iBooks e o PowerBook G4, que foram descontinuados naquele ano. com os processadores Intel Core 2 Duo, o MacBook Pro superou seus antecessores, especialmente em velocidade e consumo de energia. 

2007

Ano de lançamento do primeiro iPhone, um telefone celular com tela sensível a múltiplos toques, câmera digital, acesso à internet e funções de mídia players encontradas no já existente iPod. 

Meses depois, em setembro, é lançada a primeira geração do iPod Touch, que tem o mesmo princípio dos primeiros iPods, de ser uma central de mídia, porém, a partir daquele momento, com tela sensível ao toque, Wi-fi e acessos à iTunes Store e à App Store, a loja de aplicativos da Apple. 

2008

Lançamento do MacBook Air, o primeiro da linha de ultraportáteis da Apple e vendido, já naquela época, como o notebook mais fino do mundo. Chega ao mercado o iPhone 3G, nas versões 8GB e 16GB, para substituir o primeiro iPhone, lançado no ano anterior. 

2009

Lançamento do iPhone 3GS, que vem para suplantar o 3G e chega nas versões 16GB e 32GB. 

 


2010 

Apple apresenta o iPad, um tablet que usa o mesmo sistema operacional do iPhone e tem funções bem parecidas - além de algumas do MacBook -, porém com uma tela um pouco maior do que a do celular, alcançando 9,7 polegadas. Inicialmente, no começo do ano, foi apresentado apenas com a versão Wi-Fi. No mesmo ano, no segundo semestre, chegou também na versão com 3G. 

A empresa lança um MacBook Air redesenhado e ainda mais leve, especialmente por não ter um disco rígido óptico, pois usa memória flash como unidade de armazenamento, assim como os 

Novidades também no mundo dos iPads e iPhones. Chega ao mercado o iPhone 4 que, entre muitas inovações, apresenta uma câmera frontal, ideal para video-conferências. 

2011

No primeiro semestre, a empresa apresenta a segunda geração do iPad, mais fino, rápido e leve que o primeiro. Assim como o iPhone 4, conta com uma câmera traseira e uma dianteira, para vídeo-conferências). 

Um dia antes da morte de Steve Jobs, muita expectativa se criou pelo anúncio de um iPhone 5, mas a empresa apresentou uma nova versão do já existente: o iPhone 4S.